Páginas

sábado, 17 de julho de 2010

Sem nomes


Ela é linda né?!
Conversavam sobre uma famosa cantora latina, agora americanizada.
Sentados ali, naquele vermelho chão, dois jovens cheios de euforia mesclada a fortes batidas do coração se encontravam. Os personagens deste conto não tem nomes, pois não é necessário nomear, aqueles que são desconhecidos.
"Sente-se aqui comigo" disse o mais velho.
"Claro" respondeu a pessoa dona de uma voz suave e tranquila, capaz de acalmar o mar em dias de tempestade. Sentaram ali mesmo no chão da varanda e como por atração se abraçaram, ao som da famosa cantora latina. De repente o mundo em volta não importava, nada mais era importante, a não ser a companhia um do outro. O momento era agradável demais, porém mesquinho, não era permitido distração, ambos tinhas que estar inteiramente presentes ali. a presença era sentida na temperatura do corpo, nos beijos saborosos, nos abraços apertados e na troca de olhares. " Seu olho é mais claro que o meu" disse um deles. O tempo, passageiro inquieto, pegou o mais veloz trêm existente e voou. Já era noite! Eles ainda estavam ali, abraçados ouvindo a respiração um do outro. Só a trilha sonora que mudou, por que a vontade e o desejo de permanecerem ali abraçados continuava. Momentos depois, já passava das 20:00 horas (!) as lembranças pairavam pela casa, vazia. No peito a saudade que como fome devora e precisa ser saciada

10 comentários:

  1. Hahaha, eu vivi algo parecido a uns tempos atrás..E é bom de vez enquando vc se permitir nestes momentos, são mesquinhos, porém prazeirosos demaaaix.

    Abraços, e saudades^^

    ResponderExcluir
  2. coisa boa ter saudade e lembrar de coisa boa. =)

    ResponderExcluir
  3. Você anda inspirado heimmmmmm.........
    Sempre bom um momento de amor intenso e forte.....
    Pergunta: Qual era a cantora latina?

    Abs

    ResponderExcluir
  4. OBRIGADA PELA SUA AMIZADE!!!!!!!!!!!!!!
    TER AMIGOS É SEMPRE TER SURPRESAS AGRADÁVEIS...
    BJS! BOA NOITE!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. É... muitas coisas precisam ser saciadas, mas nem sempre são... Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Nada de nomes!
    Já diria Shakespeare que com outro nome a rosa não deixaria de exalar o mesmo perfume!

    Abraços,

    ResponderExcluir
  7. Oi Joel, acho que o amor está no ar por aqui, né? rs Fiquei em dúvida, seria a Shakira? rs Falando sério, valeu pela sua visita e elogio ao blog, animais trazem sempre essa alegria gostosa na vida da gente, né? Abração e ótima semana!

    ResponderExcluir
  8. Acho que a trilha sonora terminou na dança do Créu! UHASUA

    #mentepoluída #modeon

    boa semana Jooe

    ResponderExcluir
  9. tem coisas que é melhor não sabermos nunca.
    muito bom o texto.

    ResponderExcluir
  10. Sem nomes.

    Engraçado foi a forma
    que você fez dois desconhecidos
    parecem tão íntimos com o leitor.

    Sabes, até mesmo a ponto de seu mistério
    estabelecido,os leitores,
    encontrarem no seu texto
    o seu próprio mistério.


    # de fato #
    Muito BOM.
    Seu texto.
    Parabéns.

    http://denisemendes.blogspot.com/

    ResponderExcluir